INTRODUÇAO


Estão escondidos na aurora alguns dos melhores momentos para o contato íntimo com nosso interior. Alvorada – O Despertar da Alma vai revelar, aos poucos, as experiências de 22 pessoas, na busca de estabelecer uma relação mais profunda, clara e amorosa consigo mesmas. Num gesto de boa vontade ao serviço impessoal à vida e de esforço consciente para encontrar a via de serviço do Ser aos demais. Entre nessa aventura, também...

14/01/2008

Tratado das Raças

Introdução

A energia se configura em muitas modalidades, formas e centros. Por estares, moves uma energia. Por moveres, plasma-se uma energia diferente. Teu intelecto não tem o mesmo tipo de energia que teu corpo físico ou emocional. São vibrações, são freqüências. Se tu estás muito em teu intelecto, emites uma vibração. Se estás muito nas tuas emoções, outra. Mas todos são corpos plasmados em ti.

Assim ocorre com as raças existentes no planeta. Tu conténs todas porque és uno e completo, ao mesmo tempo em que, por diversas razões, podes manifestar apenas uma raça. E cada raça criada pelo Pai é como as diversas categorias e níveis de seres existentes no universo. Cada uma com sua função, e com funções diferentes entre elas, mas uma só partícula una. Assim, tudo se formou do mesmo princípio e ao mesmo princípio voltará. As raças da Terra estão unidas e formadas pela mesma partícula luz que descendeu até o planeta para que o homem pudesse regressar ao Lar. Esta partícula ativada foi o que permitiu que nós te reconhecêssemos.

Dessa forma, distribuídos por regiões, fisicamente, as raças da Terra deveriam conformar, na beleza da sua multiplicidade, a representação externa das Hierarquias Divinas. Um só Corpo Luz, intercambiando rítmica e balanceadamente o Código do Amor Divino.

Porém a chama da consciência se perdeu e o propósito da multiplicidade ficou simplificado na aparência externa de cada etnia. Algumas etnias foram varridas da face desta Terra. A simplificação externa deu início a uma história de lutas sem fim, onde raças tentavam suplantar outras raças. Como o branco é a matéria e o amarelo o intelecto, a discórdia entre eles é a mesma que está em ti: é a briga entre teu corpo e teu intelecto. Crês que é uma luta externa, mas lembra-te que nada se plasma fora se não está construído dentro.

E tudo é como se fosse uma história, uma espiral, um círculo de luz ascendente e descendente, uma chave, um enigma a ser decifrado para o qual tu já tens a resposta e apenas não recordas.

Quando a chama divina se foi, um véu negro abateu-se sobre tua consciência e desde então tu precisaste de simbolismos externos para chegar ao Pai. Precisaste de línguas, de religiões, de teorias. Mas na verdade: O Pai fala O Código Uno do Amor Universal. O Pai mora na Mônada Luz sem tempo e sem espaço, que contém e é contida pelo Universo. O Pai vive em ti, e em teu irmão, por Princípio de Unidade, no Corpo Luz da manifestação de UNIXITRON. Porém, nada disso será encontrado, se estás com a atenção no externo. Existem passos a tomar:

1 - Conscientiza-te que um Princípio de Unidade rege o Planeta. TU ÉS UNO COM O PAI. O PAI É UNO COM CADA SER, logo, TODOS ESTÃO EM TI E TU ESTÁS EM TODOS.

2 - Se tu estás em todos e todos em ti, logo tu recebes o efeito da ação que teu irmão disparou do outro lado do mundo, e vice-versa. ASSIM, UM SÓ MOVIMENTO QUE TU FAÇAS RUMO À ASCENSÃO, ATIVA INTERNAMENTE A CONSCIÊNCIA DE CADA SER.

Agora tu ainda perguntas o que fazer? Ainda dirás que não sabes? Estás hoje neste nível porque muitos fizeram por ti e internamente recebeste. O que seria de ti se todos tivessem deixado para amanhã? Tivessem desistido? Não tivessem vencido o medo e a apreensão? O planeta voltou a fazer parte de um Plano Divino e Seres de Luz foram enviados, porque alguns, entre milhões, clamaram: PAI! E a grandiosidade dessa graça foi recebida por todos.

Pela consciência de alguns, a princípio poucos, despertaste. Outros despertarão em decorrência da tua consciência. Pela misericórdia do Pai por alguns que pediram, todos os Seres de Luz voltaram-se para este planeta, antes habitado apenas por um instinto animal. E outros seres que aqui viviam, perceberam essa mudança e ativados começaram a recordar a Origem Divina de seus Seres, a sua Divina procedência. Há uma multidão atrás de ti que nem sequer se deu conta da grandeza que eles encerram, que nem sequer tiveram ouvidos para o chamado de seu próprio Ser. Faz por eles apenas o que fizeram por ti: doa o teu despertar. A cada dia te levantas e pede: “Pai, que a consciência que existe em mim seja do mundo”. Concilia as raças dentro de ti, elege a Unidade como teu princípio maior. Não há compaixão sem unidade. Alguém só é capaz de sentir compaixão por outro alguém se for capaz de sentir sua dor. Não te assustes se, de repente, parecer que tens toda a dor do mundo. Não é tua. É só a ativação do Princípio da Unidade em ti.

I
Faze agora uma reflexão sobre o que tu necessitas e verás que o que te falta, falta ao mundo. Falta-te ordem? Vê a desordem na qual vivem os homens. Falta-te obediência? Falta-te entrega? Falta-te discernimento? Sabedoria? Verdade? Por acaso isso está sobrando no mundo? Por acaso acordaste hoje, saíste ao externo e tudo estava ordenado? E todos os homens obedeciam e estavam entregues? E entre eles havia sabedoria, discernimento? E todos eles caminhavam com a verdade?

Então, lembra-te que tudo é externo e interno, dentro e fora. Tu és um espelho do mundo e a parte que te contém, domina e aprisiona, denomina-se GENÉTICA DE DESCENDÊNCIA, que herdaste de teu pai, que herdou do teu avô e que teu filho herdará. Isto é um programa interno e uma vez que estás aqui não há como fugir. É necessário repolarizar.

Porém, ao lado deste programa que não quer evoluir, há a chamada GENÉTICA CRISTÍCA, um programa de ascendência do Ser ao Pai. É este programa que, se o ativas, todo um mundo herdará. É a GENÉTICA CRÍSTICA que está dizendo ao homem: Vem, é possível, há caminho. Vem!

A verdade é que terás que escolher entre dois movimentos que são opostos: ir para cima ou para baixo. Subir ou descer na Espiral Cosmogônica do Ser d’O Todo Ser. Cuidado com o desejo aparente de evoluir que mascara o elemento involutivo em ti. Cuidado com teu verbo cada vez que dizes “quero evoluir” ou “estou caminhando para a evolução”. Cada vez que saiam da tua boca essas palavras, revisa-as e vê se são a mais pura expressão da tua verdade ou das tuas ações. Subir ou descer? Caminhar ou estar parado? Não existe meia subida ou meia descida. Não existe estar relativamente caminhando ou relativamente parado. Assim como não existe servir mais ou menos, ou meia evolução.

Por enquanto, pode ser que tu estejas metade no mundo, metade não. Mas haverá um momento, e o momento é agora, em que terás que escolher entre o mundo externo e teu universo interior. Previno-te de uma escolha que na verdade já sabias. Então, é imediato o reconhecimento da Verdade contida na revelação que TU ÉS.

A revelação que TU ÉS TRIUNO com o Pai é o máximo que para ti poderia ser revelado. Ao te reconheceres filho de um Deus Puro, tu acendes um foco de luz que se expande pelo Planeta. É o esquecimento de sua Origem Divina que faz o homem vagar sem sentido. Ao dizeres “EU SOU”, tu estás reconhecendo esta origem em ti. Ao dizeres “ELE É”, tu estás reconhecendo que o Pai vive em todos. E ao afirmares “NÓS SOMOS”, internamente, estás construindo o mais importante dos princípios: O Princípio da Unidade. Por isso, cada vez que caíres, cada vez que o mundo te aprisionar repete - “EU SOU” e tudo o que não é será repolarizado.

Não há liberação sem repolarização. Assim como não há ascender sem liberar-se. O Pai Liberador é um corpo que se constrói pouco a pouco, a partir do momento em que tu tomas a decisão e proclamas “EU SOU”. E ao proclamar “EU SOU”, tu entregas ao Pai o mundo a tua volta. E o que é este mundo se não a concretização de uma ilusão, uma ilusão em outro plano. Elege a verdade como teu guia e jamais caminharás rumo à ilusão. Estes são os passos rumo à impessoalidade: Unidade com o Todo Ser e verdade de propósito. Se ainda não construíste isso em ti, PARE AGORA! Nada do que virá daqui para frente te servirá. Será tudo inútil, palavras ao vento, que só uma mente decidida poderá compreender. (Ler texto completo)

- Publicado no livro “Alvorada, o Despertar da Alma”. Texto na íntegra: peça-o
alvoradaodespertardaalma@gmail.com ou Contato direto: Alessandra Almeida: almeida-jones@hotmail.com

2 comentários:

Alvorada - O Despertar da Alma disse...

Belo trabalho! Gostei muito desse texto da Alessandra. Tocou-me, especialmente, a frase: "ASSIM, UM SÓ MOVIMENTO QUE TU FAÇAS RUMO À ASCENSÃO, ATIVA INTERNAMENTE A CONSCIÊNCIA DE CADA SER."
Continuarei a visitar esse blog.
Graças pelo trabalho!
Daniela Guima.

A Equipe do Blog disse...

Gratos Daniela por seu comentario. Confira dia 31 de janeiro mais um texto do Tratado das Racas.